Blog do Bruno Voloch

Ressentimento, soberba e amargura contrastam com a humildade após conquista do ouro olímpico

Bruno Voloch

Mari não está mais na seleção, mas fez escola. Deixou boas alunas no grupo.

Soube que o gesto famoso após a conquista do ouro em Pequim foi repetido pela líbero Fabi e Sheilla, através das palavras, após a vitória contra os Estados Unidos.

Atitude deprimente e de baixo calão que definitvamente não combinam com Sheilla, especialmente.

A dura lição sofrida por Mari parece não ter sido compreendida por Fabi, eleita a sétima melhor líbero da olimpíada. Garay foi melhor passe e Castillo, da República Dominicana, considerada a melhor líbero e defesa.

“As jogadoras já estão acostumadas com a pressão, deveriam se concentrar, entender e as vezes ignorar as coisas de fora'', disse Sâmia Hallage, psicóloga clínica e esportiva, em recente entrevista na rádio Bradesco Esportes FM.

Sâmia, que trabalhou com boa parte do grupo e com José Roberto Guimarães, não aprova esse tipo de conduta:

“Não concordo. Entendo a vontade de desabafar, mas sempre vai existir essa relação de cobrança nos diferentes segmentos da vida profissional. A vitória precisa e deve ser comemorada internamente''.

Exageros à parte, Sheilla é esclarecida, não tem antecedentes de indisciplina e sabe que terá vida longa na seleção.

A gente até entende que determinadas jogadoras, eternamente ameçadas, e que estão perto de deixar o grupo, consequentemente abrindo caminho para as mais jovens, tenham esse tipo de reação. Pode ser desespero. Pressionada por Camila Brait, Fabi teve a ousadia de dizer que irá pensar se vai defender o Brasil na Olímpiada do Rio em 2016. Em breve, mais precisamente após o término da superliga, ela terá a resposta. Não deve se preocupar.

Será que a medalha de prata da seleção masculina não serve de lição ?

Claro que sim.

Paula Pequeno é outra.

Qual é necessidade de dizer que teria sido mal aproveitada pelo treinador após a conquista do ouro ?

Entendo. É a maneira mais simples de justificar o rendimento abaixo do esperado em quadra.

Alguém viu ou escutou algum desabafo de Dani Lins ?

Dani estava tão ou mais pressionada, afinal a posição de levantadora sempre foi a mais questionada.

A jogadora do Sesi preferiu responder na bola, no trabalho, ganhou a posição e comemorou a façanha de maneira reservada ainda em quadra. Mais tarde, já estava incentivando o companheiro Sidão, titular da seleção masculina, que no dia seguinte disputaria o ouro com a Rússia.

Jaqueline, gratíssima surpresa na final, foi discreta, e simplesmente deixou a mídia de lado. Ciente de que tinha cumprido sua missão, saboreou a medalha, que de fato teve um gosto diferente de 2008 quando assistiu a conquista do banco.

Experiente, o técnico, José Roberto Guimarães, agradeceu o empenho do grupo, o apoio que recebeu da família, as atletas e a comissão técnica. Pediu humildemente que 'apenas' tivesse seu trabalho reconhecido.

Lembro que após a vitória contra a China, quando passou a depender de outros resultados, leia-se dos Estados Unidos, o técnico disse que se a seleção fosse eliminada seria por merecimento pois não tinha rendido o suficiente.

José Roberto Guimarães sabe ouvir críticas construtivas. Apanhou quando cortou Mari. Fabíola nem tanto, mas teve que ouvir alguns desaforos e de dentro do grupo.

Nas derrotas e principalmente nas vitórias, conhecemos o verdadeiro atleta. Aprender a ganhar, é mais díficil do que saber perder.

Se não fossem as derrotas para os Estados Unidos e a Coreia e as críticas, talvez o grupo não chegasse com tanta força, coragem e união na decisão contra a Rússia.

As cobranças serão intermináveis, ainda mais depois do segundo título olímpico.

  1. Santos

    02/09/2012 17:56:01

    Você é muito idiota em dizer que o corte da FABÍOLA não foi sentido aqui fora também.De quem você ganha para atacá-la, hein????Frustrado!

  2. caroline

    31/08/2012 20:50:55

    como sempre tem que atacar a atleta né, bruno? deixa-a em paz, por favor. tudo bem, achei falta de educaçao da sheilla faz gesto de silêncio,mas precisa desabafar, poxa, sofreram duras críticas. o ouro foi merecido.

  3. Mateos

    23/08/2012 00:43:53

    Falam que é preciso saber perder, mas também é preciso saber ganhar!

  4. Antonio maurício pereira santos

    22/08/2012 17:23:11

    Rapaz,Modere esse seu vocabulário. Coia feia, parece frequentador de baile funk.

  5. Mari éa melhor

    22/08/2012 02:27:33

    quem nao gosta da Mari q se fod...! #MARI É A MELHOR

  6. ana tieme

    21/08/2012 19:06:30

    FALOU TUDO ESSE VITOR parabénsssssssssssss!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  7. Luciana

    21/08/2012 17:52:59

    Sem dúvida que teria as minhas preferências mas deixaria isso interferir no que é melhor e seria ao menos coerente ao explicá-las. Não precisa ficar nervoso..rs

  8. Luciana

    21/08/2012 17:49:53

    palmas para seu comentário, super coerente em suas palavras.

  9. Fubazova

    21/08/2012 17:09:40

    O Voloch devia escrever pra Ti Ti Ti ou alguma outra revista de fofoca. Só qr falar da vida alheia, atitudes e colocar lenha na fogueira.Deixa as meninas, elas foram apedrejadas...execradas....elas podiam comemorar de qq forma e o psiu foi pra vc Voloch que adora cornetá-las!

  10. Gabi

    21/08/2012 16:50:52

    Cesar Augusto, concorco com você em quase tudo, mas achar que a Fabi foi tão brilhante assim não dá, toda vez que a Fabi dava um golpe de vista me dava até um frio na barriga, não podemos tapar o Sol com a peneira, ela não é mais a mesma há muito tempo. Quanto ao gesto feito por ela e pela Sheilla e a parte que ela fala "cala a boca", continuo achando totalmente desnecessário, muitos torcedores que não sabiam dessas críticas e estavam apenas torcendo simplesmente não entenderam esse gesto e acharam mal-educado e de baixo calão, ou seja, eram pessoas que não tinham nada a ver com as críticas mas que acabaram vendo aquela cena ridícula sem entender nada, falo isso com base em comentários de amigos meus que não acompanham os "bastidores" do vôlei brasileiro.

  11. Volley

    21/08/2012 11:40:03

    Não tem nada demais dizer que o favorito é outro time. Pois isso é uma reflexão de como um time está no ciclo de competições antes das olimpíadas e no ranking mundial os EUA estão em primeiro. Isso não quer dizer que o Brasil não tem chance de ganhar ou vai perder. Mas uma constatação de quem está se apresentando melhor. Mas como eu sempre digo favoritismo não ganha campeonato. Do outro lado sempre tem um time que quer ganhar também, e se você for contar com favoritismo você perde. E cada partida é uma partida, eu aposto que tinha muito gente que apostava que a Rússia ia dar um baile no Brasil. Perceber um outro time melhor que o seu em um ciclo não quer dizer que tem complexo de inferioridade mas que tem que melhorar para ganhar do mesmo.

  12. Volley

    21/08/2012 11:28:32

    Mas se forem depender de esperar as críticas construtivas aparecerem perderão seu tempo. Infelizmente, no país o título importante é o próximo título e na cabeça do povo a seleção não tem história, tem apenas a vitória ou a derrota do próximo campeonato. Eu torço sempre ganhando ou perdendo, mas pelo volley da primeira fase apresentado, não estavam merecendo permanecer. Elas começaram a merecer no jogo da Russia porque mostraram todo o volleybol que sabem. A maioria dos críticos acompanham o esporte que falaram as infâmias acompanham o volley nas olimpíadas. Em 2016 se perder na final ou antes vai ser do mesmo jeito. Infelizmente não sabem valorizar o time. Mas as jogadoras não podem também ficar dando trela para isso. Na profissão dela o que não falta é gente dando pitaco.

  13. Mel

    21/08/2012 10:41:12

    Você já está aposentando as jogadoras. Sheilla, Fabiana, Jaque, Thaisa, etc irão tirar férias sim em 2013. Sheilla disse que talvez não esteja em 2016, assim como Mari que todos estão dando como fora da seleção para sempre ( para empre é muito tempo ), ela pode voltar sim como já voltou várias vezes. Fato.

  14. SRL

    21/08/2012 10:31:15

    Deve não ter comentado nada, pela simples razão de que o desabafo de Mari tinha direção certa e ela tinha razão quando fez aquilo. Ela sofreu por 4 anos, foi xingada, maltratada e abandonada e ainda ficou estigmátizada pelo 24 x 19 até hoje, então era um peso que ela tinha que extravasar naquela hora. Agora em 2012 não havia razão para o gesto, pois a seleção tinha jogado mal mesmo e o povo tinha o direito de críticar, assim como está elogiando agora. Portanto o gesto foi inoportuno

  15. Cesar

    21/08/2012 01:49:55

    Lamentável é o seu comentário, típico de Zé Ruela invejoso. Natália, Paula Pequeno podem COMEMORAR como quiserem, criatura abestada. FORAM CAMPEÃS.....algo que duvido que vc consiga em sua vida chinfrim, pois consegue criticar e ser mal humorado até no momento de celebração.

  16. Cesar Augusto

    21/08/2012 01:47:15

    MIMIMIMIMI......e daí, Zé Ruela?

  17. Cesar Augusto

    21/08/2012 01:43:23

    PREFERENCIA DO TÉCNICO.....ele não pode ter? Além disso que escala a seleção é ELE, e não vc. Se vc fosse treinadora de uma seleção também teria suas convicções e suas preferências.

  18. victor

    20/08/2012 20:32:25

    De oposta não temos outra. Sheilla é a melhor oposta que o Brasil já teve.Ponteiras, estamos tendo revelações. Eu adoro a Tandara, mas precisa evoluir muito. Acho que as únicas que não voltam a seleção, são Mari e Sheilla. Ambas já não estão com a vontade de defender mais a camisa. Mari foi uma das melhores opostas que o mundo já viu. Mas infelizmente ela mudou de posição. Teve ótimos momentos como ponteira, mas desde 2010 vem em uma queda grande, desejo toda a sorte do mundo para ela. Paula Pequeno e fabí, já vão sair, certeza. Enfim, temos muitos talentos vindo. Eu acho que é a Hora da Sheilla, Fabiana, darem um tempo na seleção, pelo menos em 2013 e 2014 elas voltem.É bom para testar novas jogadoras, e ver se conseguimos achar uma oposta né.....

  19. Victor

    20/08/2012 20:29:03

    De oposta não temos outra. Sheilla é a melhor oposta que o Brasil já teve. Ponteiras, estamos tendo revelações. Eu adoro a Tandara, mas precisa evoluir muito. Acho que as únicas que não voltam a seleção, são Mari e Sheilla. Ambas já não estão com a vontade de defender mais a camisa. Mari foi uma das melhores opostas que o mundo já viu. Mas infelizmente ela mudou de posição. Teve ótimos momentos como ponteira, mas desde 2010 vem em uma queda grande, desejo toda a sorte do mundo para ela. Paula Pequeno e fabí, já vão sair, certeza. Enfim, temos muitos talentos vindo. Eu acho que é a Hora da Sheilla, Fabiana, darem um tempo na seleção, pelo menos em 2013 e 2014 elas voltem.É bom para testar novas jogadoras, e ver se conseguimos achar uma oposta né.

  20. lina

    20/08/2012 19:16:20

    Alguém sensanto em observar o quanto a Mari está infeliz com o fato de voltar a ser oposta na seleção...UFA!!!!

  21. izadora

    20/08/2012 18:53:50

    engraçado que na entrevista em 2008, logo após o título olímpico, quando foi mostrado o vt da mari e, se não me engano, da fabi fazendo o gesto de "shhhh" você não reclamou de nada, né. você até tocou no assunto apenas perguntado o porquê e a quem aquilo era direcionado. enquanto elogiava mari por sua sinceridade, não falou o que pensava? ou mudou de idéia sobre o gesto?

  22. Mauricio

    20/08/2012 16:20:10

    Quem é Natalha?kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  23. Chupa Gamova, Sokolova, Hooker, Larson e Cia

    20/08/2012 15:35:10

    O nerd, vc queria o quê ? Que as meninas do Brasil rezasse um mantra no pódium ? Acordo abestado, isso é Brasil, alegria sempre :)

  24. Luciana

    20/08/2012 14:59:38

    sim mas nem sempre o melhor vence por isso o esporte é emocionante por conta das surpresas, os EUA eram tidos como favoritas ao ouro.

  25. Luciana

    20/08/2012 14:57:56

    se a mari não estava bem por que levou Natália e Paula Pequeno que nitidamente não estavam bem?

  26. Silvia

    20/08/2012 14:49:09

    Caro,Concordo com você em partes. Mas no que se refere a críticas, não foram críticas construtivas...foram infâmias travestidas de críticas , algo muito diferente!!!

  27. Ricardo

    20/08/2012 12:48:44

    Borboleta, não foi apenas a Mari que disse que o Brasil não tem mais o melhor time, até o Zé Roberto falou isso, e realmente é verdade. Venceram na garra e não na técnica e potência.

  28. SRL

    20/08/2012 02:56:07

    Fiz um comentário à algum tempo atrás dizendo que ZRG era incoerênte, ele ganhou a medalha de ouro mais isso não mudou a minha opinião, pois continua incoerênte pelo seguinte fato. Disse que estava cansado e talvez não dirigisse mais a seleção e hoje já diz que talvez em alguns programas que sim em outros que não sabe, tem mais disse no site da UOl que sa jogadoras sentiram muito os cortes e hoje disse no Mesa Redonda da Gazeta que as jogadoras não sentiram os cortes. Isso é incoerência fora os outros motivos que já sitei anteriormente. ( Nunca duvidei de sua competência e sim de sua incoerência ).

  29. SRL

    20/08/2012 02:06:19

    Olha gente eu não quero a renovação para já, em 2014 precisamos ganhar o mudial que não temos ainda, sinto em dizer sei que muitos não concordam comigo, mas para mim a pior hora é a da renovação, pois gosto dessas jogadoras. Senti do fundo do meu coração a falta que Mari fez em Londres, agora imaginar a seleção sem Sheilla, Jaque, PP4, Fabiana, Thaisa, Garay, Dani Lins, Camila, Fabíola, Natália e MARI, não gosto nem de pensar, embora algumas ainda joguem mais algum tempo. Sheilla disse que não sabe se ainda jogará pela seleção isso é muito triste, pois espero que elas todas estejam em 2016, mais Gabi já que PP4 vai sair e com Mari voltando, agora nada contra Tandara, mas não é jogadora de seleção. Espero que Mari crie juízo e aproveite essa sua estadia na Turquia e volte bem já que terá chance de jogar como oposta, mas na seleção se ela voltar ( um dia tudo é possível ), espero que seja como ponta, pois Sheilla é insubstítuivel e Mari não quer brigar com ela pela vaga. Uma vez que ela abriu mão dessa posição. Ela estava tentando agora na olimpiada, mas não estava feliz com essa mudança isso era claro, vem dai a sua briga com PCoco.

  30. Mel

    20/08/2012 01:49:10

    Zé Roberto foi o primeiro a dizer que USA era o favorito, ele colocou na cabeça das jogadoras isso desde os primeiros treinos em Saquarema, sempre disse que as americanas eram favoritas. Mas não foi somente o Zé e a Mari que achavam isso todos os que agora elogiam achavam isso só não tinham coragem de falar como eles tiveram. Lógico que Mari estava magoada o próprio Zé Roberto admitiu que achava normal elas estarem tristes e magoadas, pense você trabalha duro sem férias, descanço durante 4 anos visando um objetivo, aí o seu chefe chega na melhor hora e diz que sente muito mais você já não serve mais, está demitido e coloca outra pessoa que claramete é inferior a você no seu lugar ( Tandara ). Mas Mari e ele irão conversar ainda e se acertar, pois por mais mágoa que exista, já existiu uma grande amizade, que pode voltar, pois a seleção é uma coisa passageira, um dia nenhum dos dois estarão mais lá. Mas a amizade pode ser eterna, por mais que passe por dificuldades sempre há tempo para corrigir e o coração sempre fala mais alto. Acredito nesses dois, pois são duas excelêntes pessoas de coração puro e humildes, muito embora a Mari não aparente isso, Mas todos que convivem com ela dizem isso. A gente comenta, mas não sabemos o sofrimento que é para ambos ( ela por ser cortada e ele por ter que cortá - lá ) . Torço realmente para que isso tenha um final feliz para os dois. E que eles ainda riam muito disso quando estiverem bem velhinhos e se encontrarem em Jurerê, para cantarem, juntos músicas sertanejas, com seus filhos e netos.P.S: Hoje estou acreditando em um mundo melhor, achando que só o amor constroí, perdoem me, mas é assim que me sinto.

  31. Cesar Augusto

    19/08/2012 20:24:05

    Deixa de MIMIMi, elas podem comemorar como quiserem

  32. Cesar Augusto

    19/08/2012 17:36:03

    mimimimimIMIMIMIMIMIMI

  33. Borboleta verde amarela

    19/08/2012 17:23:44

    É foi sorte ir para as quartas, mas ganhar da Rússia e dos EUA e até do Japão (bronze) falar que foi sorte...Pelo amor de Deus, tô lascada com esse povo que só sabe dasvalorizar...BI OLÍMPICAS, RESPEITE, SE NÃO PODE APRECIAR!

  34. Cesar Augusto

    19/08/2012 17:22:11

    Constrangedor é o seu comentário........mais um com MIMIMI....deixa as meninas comemorarem COMO QUISEREM....se querem dar "estrela", "pirueta" no pódio fiquem a vontade...se querem lutar capoeira, à vontade...O MOMENTO é DE COMEMORAÇÂO...."Um pouco de elegância " de acordo com seu conceito limitado e obtuso.

  35. Mônica

    18/08/2012 22:41:08

    É verdade. Se o vôlei feminino perder a Olimpíada no Brasil em 2016, todo mundo vai meter o pau e esquecer o bicampeonato rapidinho.

  36. marcus

    18/08/2012 18:55:33

    Alexandre,estou mt orgulhoso do comportamento das meninas comemorando o ouro... Elas não precisam ser encaixar em modelos nenhum... não existe regra de como uma pessoa deveria se comportar diante de uma conquista, mas a maior vergonha está no brasileiro que adora colocar pra baixo a maneira de um outro brasileiro ser... vergonha é achar que os outros estão corretos, que temos que ser iguais aos outros povos...qt hipocresia! Não temos que nos preocupar o que o mundo pensou, temos é que curtir da maneira que nos sentimos melhor...isso é ser autêntico! Isto é ter personalidade própria!

  37. Volley

    18/08/2012 13:16:46

    Não tiro o mérito de nenhuma jogadora que já serviu na seleção. Mas o fato é que a Mari não estava bem, e quem melhor do que o técnico da seleção para saber isso? A ironia de tudo isso é que se ele tivesse levado a Mari e desse tudo errado, estariam criticando até o próximo ciclo olímpico a sua convocação. É o mesmo com a Paula Pequeno, teve uma grande oportunidade de ficar calada e não ficou. Vamos ter auto crítica e reconhecer que não estava indo bem em Londres e que a Garai teve direito de atuar como titular pois estava jogando muito. Assim como a entrada da Dani Lins deixou a seleção afinada para vencer o mata-mata. Esporte nenhum pode viver das glórias do possado, jogo importante é o jogo de hoje, de amanhã e o do futuro. Os adversários estão se aprimorando para bater a seleção tanto no masculino e no femino. Eles agora terão que doar mais que o sangue para estarem na final olímpica 2016 pois não serão os únicos. Esse negócio de ficar fazendo sinal de cala boca para os críticos demonstra imaturidade por parte das jogadoras. Até parece que não sabem como são as coisas no Brasil. Crítica elas vencem jogando e ganhando títulos. Mas espero realmente que essas seleções de vôlei olhem para o futuro e não achem que as glórias do passado ajuda em alguma coisa a enfrentar as adversárias no futuro, afinal todo mundo quer estar no pódio.

  38. SRL

    18/08/2012 02:41:41

    Concordo com você Sheilla é adulta e responsável, não podemos culpar Fabi pelo erro da Sheilla e muito menos a Mari pelo erro das duas. mari tinha razão e seu desabafo tinha endereço no Rio de Janeiro, agora as duas Fabi e Sheilla não tinham porque reclamar do povo. Não tiraram a Mari da seleção alguém tinha que levar as críticas.

  39. SRL

    18/08/2012 02:23:20

    Obrigado por concordar comigo, eu não gosto de injustiças e Mari sempre foi injustiçada, cobrada e até sua carreira quase chegou ao fim. Nós não sabemos o que é carregar o peso de uma nação inteira por uma culpa que não foi sua. Admiro muito a Mari por isso sofreu muito e merece o carinho dos seus fãs, pessoas que sabem recohecer os sacrifícios que fez durante todos esses anos pela seleção. Vi em uma entrevista de em que fala do prazer e do orgulho que tem em vestir a camisa da seleção mesmo que após as vitórias elas não ganhem nenhum prêmio ou reconhecimento, bem diferente do futebol que é aclamado por todos e só joga pensando se o prêmio vai compensar o esforço. Parabéns Mari por ser como você é.

  40. Gustavo

    18/08/2012 01:58:30

    kkkk...Boa...

  41. Mel

    18/08/2012 01:51:31

    Para você ver a Mari 24 x 19 foi a única que não amarelou nunca porque se tivesse amarelado não existiria o 24 x 19. Ela ainda vai voltar, sempre volta.Ela nem viu o bi, pois estava passeando pela Europa, arrumando o seu novo lar. O Brasil foi bi olimpico e quem é a jogadora mais comentada? As campeãs serão sempre lembradas, mas Mari sempre brilhará mais do que todas, quase todas as perguntas feitas a Zé Roberto são sobre a Mari ele admite o seu carinho por ela. É só eles conversarem e se acertarem, são muitos anos e sofrimentos passados juntos. Camila Brait e Fabíola também foram cortadas, elas também é para sempre?A vida já ensinou a Mari a ser uma boa filha e um grande ser humano, nós é que julgamos sem conhecer, precisa aprender apenas a confiar mais nela e nas pessoas certas.

  42. Mel

    18/08/2012 01:36:21

    Mas o engraçado é que Sheilla trocaria a sua medalha.

  43. SRL

    18/08/2012 01:32:55

    Quem sabe na Turquia ela tenha o reconhecimento que não tem em seu país, mas vale lembrar que ela pode jogar na seleção da Alemanha e também da Rússia. Na Turquia ela terá o reconhecimento que não tem aqui. Também o que se esperar de um país que só sabe elogiar jogadores de futebol. EX: o vôlei ganhou ouro e voltaou para casa em voo comercial e o Neymar ganhou prata de forma vergonhosa e voltou de jatinho. Fato.

  44. Mel

    18/08/2012 01:26:13

    O cala boca de Mari em 2008 tinha endereço certo e era para laguém que se acha a última bolachinha do pacote e tem um bordão que é assim ( Bem Amigos ).

  45. sheillinha

    17/08/2012 20:41:18

    voloch tem razao em dizer q foi desespero da fabi,pois està ameaçada pela brait,que certamente serà titular na seleção! quanto a sheilla ela tava tão feliz que nem viu oq fez. tenho certeza que depois se arrependeu...como voloch disse ela tem muitos anos de seleção se deus quiser!! sheilla tem credito e muito!!! ah e antes que eu me esqueça deixa a marianne em paz por favor deixe ela ser feliz!!!! obrigada!!!

  46. Bi

    17/08/2012 15:03:03

    Concordo com o blogueiro, não vi necessidade nos gestos da líbero. Se teve provocação da Russia em outros mundiais, com esta atitude rebaixaram-se ao nível das russas. Fora os gestos, as cambalhotas não passaram uma impressão legal. Meninas, parabéns pelo título e superação mas "menas" da próxima vez please.

  47. bORBOLETA VERDE AMARELA

    17/08/2012 12:31:33

    Deixem as meninas em paz! Só quem torceu DE VERDADE sabe o que elas e nós sofremos para chegar a uma final com nossa grande rival, o melhor time do mundo atualmente e GANHAR LINDAMENTE!!! Elas têm direito de comemorar sim, do jeito delas, elas estavam FELIZES!!! A MARI tão amada por mtos, foi uma que disse em entrevista que o Brasil não era mais o melhor time, que tinham muitas seleções melhores coisa e tal, então, ressentinda é ela e os torcedores cagões que torceram pra Gamova, Hooker, Darnell e sei lá mais quem...CHIUUUUUUUUUUUU invejosos! O OURO É DAS MENINAS DO BRASIL!!!!

  48. Eduardo

    17/08/2012 09:21:36

    Fabi tem que entender que ela vinha jogando mal desde as últimas competições, enquanto Camila Brit sobrando e ganhando os premios na Liga Nacional, Sheila tbm vinha se apresentando muito mal...Jaqueline nem se fala...que bom o jogo ter fluído na reta final das olimpiadas...o próprio Zé Roberto criticava a postura da seleção...mandar calar a boca é ridículo...mas o bom é que teremos renovação e acredito menos sofrimento.

  49. Reginho

    17/08/2012 02:37:50

    Foi constrangedor ver a cerimônia de premiação do volei feminino, As jogadoras exageraran, teve duas, acho que eram a Natalha e a Paula Pequeno, que até simularam luta de capoeira no podium. Um pouco de elegância não faz mal pra ninguém.

  50. Rossana

    17/08/2012 01:35:31

    é isso aí

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Leia os termos de uso